17 de out de 2009

Retorno.

Depois de seis meses sem atualizar eu decidi retornar com os posts diários do blog.

Muitos fatos ocorreram durante esses meses.
Fundamos a GUILDA, empresa de design e ilustração no Rio de Janeiro.
Por motivos de força maior tive que trancar por mais um período a faculdade, do contrário não teria tempo para me dedicar a GUILDA e nem a outras atividades.

O retorno das minhas atividades no blog se dá ao fato do falecimento de minha irmão, Fernada Alves Coelho, infelizmente ela faleceu devido ao tratamento de um linfoma.

O fato da partida dela me fez questionar muitos pensamentos meus, como kardescista sei que a verdadeira vida nos aguarda em outro mundo.
Mesmo com toda informação e fé é um pouco difícil conviver com a saudade que a partida dela nos proporcionará, não há tempo que cure tal saudade.

Poucos são os que olham esse blog, creio que meus pensamentos não atingem muitas pessoas porém é meu dever continuar a expô-los.

Ela partiu para uma nova vida em 28 de setembro de 2009, dez dias após completar 21 anos.
Tenho certeza que ela artiu com muitos sonhos, sonhos esses que sempre tinham como finalidade ser prestativa e ajudar o próximo.

Viveu uma vida plena, repleta de alegrias e momentos felizes.
Viveu um grande amor, na figura de meu cunhado Wagner, teve sempre em mente o planejamento de uma vida a dois com ele.
Viveu os benefícios do serviço para o próximo, no próprio INCA, sendo sempre reconhecida como uma excelente profissional em tudo o que fazia.
Viveu a conquista do sonho de passar em um vestibular com uma nota fantástica.

Minha irmã conquistou e viveu tudo o que sempre quis e sonhou, e agora assumo suas missões pessoais.
Antes o desejo de fundar a ALIANÇA, uma empresa social que tem como bases a arrecadação de recursos para reaplica los em benefício e prol do próximo, era apenas um plano, hoje ele se torna um imperativo.

Obrigado a todos que enviaram seus sentimentos para mim e toda a minha familia.

Apartir de hoje o blog será atualizado com frequencia diária, exceto aos domingos.

Rodrigo Alves Coelho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário